Numa altura em que viajar de comboio é cada vez mais popular na Europa, também por motivos ambientais, decidimos observar algumas das principais barreiras que desencorajam as pessoas de apanhar o comboio. Criámos uma lista de todos os passageiros ativos em estações de comboio de 16 países europeus (com base na qualidade dos dados disponíveis) e calculámos o quão dependentes os cidadãos estão das mesmas, até ao nível regional. Analisámos os preços dos bilhetes e a duração das viagens, considerando o salário médio e a duração da mesma viagem de carro.
Esta grande investigação colaborativa sobre as linhas ferroviárias europeias e comboios foi coordenada pela Journalism++, que se ocupou da pesquisa dos dados e das análises. Vários os parceiros da EDJNet contribuíram para investigação.

Em 2019, viajar de comboio tornou-se mais popular do que nunca face às últimas décadas. Mas até que ponto é fácil para os europeus ir dar um passeio e apanhar um comboio até à capital do seu país? A EDJNet simulou mais de 40 milhões de viagens para mais de 20 000 estações numa tentativa de responder a esta questão.

Saiba mais sobre este tópico

Onde é mais rápido e acessível apanhar o comboio na Europa? E onde não é? A European Data Journalism Network reuniu dados sobre viagens de comboio de 28 websites de reserva em toda a Europa, recolhendo mais de 8000 preços de viagens de ida e a duração de 73 rotas de exemplo.